Foto: Jéssica Silva

Empreendedorismo foi a palavra de ordem, na 5.ª edição do Concurso Municipal de Ideias de Negócio que teve lugar no Cineteatro de Porto de Mós, no passado dia 13 de maio.

A fase final do evento integrado na Semana da Juventude de Porto de Mós, contou com a participação de 22 alunos de três escolas distintas, num total de oito projetos envolvidos.

O vencedor, foi Alexandre Jorge com Colaborart, uma rede colaborativa de artesãos, composta por loja física e plataforma digital (loja virtual), onde vão ser vendidos os produtos produzidos por estes artesãos. A necessidade surge, nas palavras do autor do projeto, da constatação de que atualmente os artesãos, na sua maioria idosos, não têm capacidade, nem ferramentas para deter uma loja física. O objetivo, é desta forma, valorizar os produtos locais e fazer uma promoção do território. O aluno da Escola Secundária de Porto de Mós, que foi acompanhado pela professora Fátima Costa, além de arrecadar 150 euros, vai marcar presença na Final Intermunicipal do Concurso de Ideias, em Figueiró dos Vinhos no próximo dia 31.

Em segundo lugar, ficou o projeto Rosmalecrim, realizado pelas alunas Beatriz Lindo, Marisa Sebastião e Beatriz Suordem que foi supervisionado pelo professor Rui Leitão. Um projeto que consiste numa máscara de argila perfumada com extratos de ervas autóctones das Serras de Aire e Candeeiros, feita com uma embalagem de plástico biodegradável de baixa densidade. As alunas do Instituto Educativo do Juncal receberam um prémio de 100 euros. TechPet, um projeto da autoria de Rodrigo Aguiar, Mário Póvoa e Rodrigo Marto e orientado pela professora Susana Fetal, ficou no terceiro lugar do pódio. O plano consiste na criação de uma aplicação de localização em tempo real, a partir de uma coleira com GPS integrado. Nessa aplicação constará uma loja onde se vendem produtos para animais e onde se dão informações sobre os mesmos, incluindo, por exemplo, as clínicas veterinárias ao redor do utilizador. Os alunos da Escola Secundária de Porto de Mós tiveram direito a uma gratificação de 50 euros. Além do prémio monetário, todos os vencedores tiveram direito a visitar as empresas do município.

Num discurso de abertura, a vereadora da Educação, Telma Cruz salientou a importância da articulação entre a comunidade escolar e o Município e agradeceu aos professores por se terem empenhado e às escolas por responderem sempre positiviamente aos convites feitos.

O júri era composto por cinco elementos: Telma Cruz, vereadora da Câmara Municipal de Porto de Mós, Regina Vitório, CEO da LSI Stone, Séfora Silva, coordenadora da Universidade Aberta, José Coelho, admnistrador da CS Coelho da Silva e Rita Anastácio do Cooking and Nature Emotional Hotel.

O Concurso Municipal de Ideias, que foi subordinado ao tema Empreendedorismo nas Escolas do Ensino Secundário, aconteceu no âmbito do projeto promovido pela Comunidade Intermunicipal nos 10 municípios da região de Leiria.
Alexandre Almeida, apresentador do concurso frisou a relevância de eventos como este, na vida dos alunos: «Tenho a certeza que todos os que participam nesta iniciativa saem mais ricos, assim como todos os que participam em iniciativas complementares à escola acabam por enriquecer os seus percursos, os seus currículos, as suas competências e temos assim melhores profissionais no futuro».