Como foi largamente divulgado, o cruzeiro que se encontrava nas imediações da Capela de Nossa Senhora da Tojeirinha, freguesia de Alqueidão da Serra, foi destruído no passado mês de dezembro.
Atendendo ao valor histórico do cruzeiro, o Conselho Económico da Paróquia de Alqueidão da Serra achou por bem reconstruí-lo, juntando os pedaços. «Inicialmente pensou-se em construir um cruzeiro novo, mas depois optou-se por recuperá-lo com as peças existentes», explicou ao nosso jornal, o pároco da freguesia, padre Vítor Mira.

O sacerdote adiantou que o valor desta recuperação «rondará os cinco mil euros», para o que há já uma campanha de angariação de fundos e no próximo dia 3 tem lugar o habitual almoço solidário, em que o «resultado deste ano se destina a apoiar a recuperação do cruzeiro».

Almoço solidário

O almoço solidário de Alqueidão da Serra foi criado há nove anos, por iniciativa da Associação Coral Calçada Romana, com a finalidade «juntar toda a comunidade, sobretudo a população idosa ou social e economicamente mais desfavorecida, num almoço-convívio», como explica o responsável, Jorge Pereira.

O evento foi pensado para envolver todas as associações da freguesia, não só por uma questão de representatividade e de abrangência, mas também por uma questão de haver pessoal para ajudar num projeto que junta, num almoço e lanche, à volta de 300 pessoas.

Um dos objetivos do almoço solidário é a angariação de fundos «para uma causa comum ou para apoio a alguns casos de carência na freguesia», explica Jorge Pereira, adiantando que é por esse motivo que se procura sensibilizar empresas da região para oferecerem produtos para o almoço ou lanche ou até para sortear.

Os almoços anteriores serviram para apoiar as obras da Capela de Nossa Senhora da Tojeirinha, cozinha e lavandaria do Centro de Dia e intervenções em casas de famílias necessitadas. O resultado do almoço do próximo dia 3 destina-se a apoiar a recuperação do Cruzeiro da Tojeirinha.