Comissão de utentes espera apenas por aprovação legal

Ainda em fase de criação foi apresentada no passado dia 14 de abril, no auditório José da Silva Catarino, no Fragilidades nos centros de saúde são o mote para criação de comissão de utentes

Alqueidão da Serra, a Comissão de Utentes da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Porto de Mós. Na origem desta comissão estão os recorrentes problemas que têm marcado os centros e as extensões de saúde do concelho, nomeadamente a de Alqueidão da Serra, onde a falta de médico tem sido uma constante. No entanto, Ana Margarida Amado, a grande impulsionadora do movimento, explica que «esta comissão não está apenas voltada para o Alqueidão» mas é sim «para todos os utentes do concelho, cerca de 16 mil que fazem parte da Unidade de Saúde familiar que existe em Porto de Mós».

A, também, investigadora no Departamento de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, natural do Alqueidão da Serra, explica ainda que é objetivo «juntar as pessoas numa associação para identificar os problemas na área da saúde nos seus locais» para possibilitar o «contacto do ponto de vista institucional com a UCSP de Porto de Mós». O nome proposto para a associação é “Saúde Vital”, estando ainda numa fase embrionária, em «processos burocráticos de registo para que exista legalmente», esclarece a fundadora. Depois, caso a associação seja aprovada ainda será necessário proceder a «eleições para os corpos sociais».

Como representante da comissão, Ana Margarida Amado já reuniu com o coordenador da UCSP, Dr. Cadima. A reunião contou também com a presença de outro médico e de um representante da equipa de enfermagem. No balanço deste encontro, a comissão de utentes refere que foram feitas «várias perguntas acerca do funcionamento dos cuidados de saúde do concelho» e que «as respostas em parte insatisfatórias» reforçam «a necessidade da criação» desta associação.

Ana Margarida Amado lembra que com esta associação «as pessoas terão maior capacidade de resolver os seus problemas, os problemas que enfrentam cada vez que querem ir aos cuidados de saúde» do que de forma «individual». A dinamizadora apela a que as pessoas «colaborem, apresentem as suas dificuldades à associação» para resolver um problema «que é transversal a todo o concelho».

Qualquer «utente do concelho de Porto de Mós que esteja abrangido pela Unidade de Cuidados de Saúde personalizados de Porto de Mós pode associar-se» a esta Comissão de Utentes. Para proceder à inscrição é necessário preencher um formulário que pode ser encontrado no grupo público “Saúde Vital” criado na rede social facebook e que depois pode ser entregue na Junta de freguesia do Alqueidão da Serra ou enviado para o e-mail: utentes.ucspportodemos@gmail.com.

Co-Autor: Catarina Correia Martins