Os 3 R’s

by | 6 Jun 2019

Ontem, dia 5 de junho, assinalou-se o Dia Mundial do Ambiente e numa altura em que tanto se fala da redução dos resíduos, mais de 80% do que coloco no ecoponto azul, continua a ser folhetos publicitários de imobiliárias, supermercados e outros estabelecimentos comerciais… E eu não consigo perceber! Começo a estranhar seriamente que, na era digital em que vivemos, com tanta subscrição de newsletter, com tantos sites, se continue a insistir na sobrelotação da caixa de correio com folhetos deste tipo. Falamos muitas vezes do plástico, do quanto é nocivo e da sua proliferação no meio ambiente, mas isso não desculpa o uso excessivo dos outros materiais, quando poderiam ser dispensados.
Além de reciclar, nestes casos, há pouco mais a fazer do que sensibilizar e porque o jornalismo também tem esta função, hoje uso este espaço para chamar a atenção para as Festas de São Pedro e para o lixo que lá é produzido. As festas estão aí à porta, e não desresponsabilizando a organização que tem o dever de reduzir a pegada ecológica do evento, hoje dirijo-me ao público em geral. Num evento como este, é muito fácil “deixar cair” o lixo que trazemos na mão, tirar cinco guardanapos para comer um coscorão ou gastar um copo de plástico a cada bebida, mas é missão de todos lutar contra o desperdício e contra a desmesurada produção de resíduos. Façamos com que este momento de festa seja sinónimo de civilização e de limpeza, vamos reduzir e reutilizar, e quando isto já não for possível, não nos esqueçamos de reciclar.