Desde o dia 17 de abril está patente no Juncal a exposição fotográfica itinerante Vidas Entre Nós da autoria de João Rodrigues, jovem natural da terra. A organização é da responsabilidade da Associação de Desenvolvimento Comunitário de Porto de Mós (ACMós), na tentativa de trazer alguma vida à freguesia, depois de «mais de um ano quase sem atividades», explica a presidente da associação, Angélica Filipe. «O João é um jovem que colabora connosco, inclusivamente fez parte do grupo de teatro e ele estuda Biologia, gosta desde sempre da fotografia e dos animais e nós sabíamos que ele tinha uma bela coleção de fotos muito interessante sobre vida animal aqui da região», conta. A ideia de expor o trabalho do jovem fotógrafo surgiu numa reunião de direção e depois de «amadurecida a ideia», o convite foi lançado: «Ele ficou todo contente, claro, porque expor o trabalho é sempre aliciante». As espécies captadas pela lente de João Rodrigues obedecem a um critério, são espécies que existem na zona do Juncal e envolvente.

No total são «cinco painéis com quatro fotografias cada» que estão desde o início em constante movimento devido à pandemia, de forma a não «haver aglomerado de pessoas». «Começámos por colocar na Junta de Freguesia, depois passámos dois dos painéis para o Centro de Saúde, três ficaram na Junta, na semana seguinte fizemos a troca» até que todos os painéis passem por todos os locais destinados. Entre outros locais, a exposição ainda vai passar pela biblioteca, banco, padaria, cabeleireira e outras lojas, uma vez que são espaços onde as pessoas já têm de se deslocar normalmente para resolver os seus assuntos. «Enquanto estão à espera, para não estarem sempre a falar da pandemia, acabam por ter aqui uma lufada de ar fresco, queremos trazer cor ao olhar das pessoas, além de divulgar o trabalho do jovem João. Também queremos divulgar e alertar para a presença destes animais, da vida selvagem e da necessidade da sua preservação», frisa Angélica Filipe.

Inicialmente a organização previa que a exposição se estendesse por abril e maio apenas, mas «possivelmente irá durar mais tempo», uma vez que há interesse de vários espaços em receber estas fotografias. Na inauguração, realizada no passado dia 17 de abril, estiverem presentes alguns membros do executivo municipal, incluindo o presidente da Câmara, Jorge Vala, que manifestou «interesse em receber em Porto de Mós a exposição».