O grupo Mekkin (antigo grupo Meneses), sediado em Porto de Mós, é parceiro da CUF no projeto de instalação de um hospital privado em Leiria. A nova unidade hospitalar, prevista para a Urbanização da Quinta da Malta, na cidade do Lis, deverá ficar concluída em 2025 mas já em 2022 irá surgir, no mesmo local, uma Clínica CUF para «responder às necessidades da população, com uma vasta oferta de consultas e exames».

A nova unidade hospitalar que representa um investimento de 50 milhões de euros será, segundo nota de imprensa enviada à nossa redação, responsável direta e indireta pela criação de cerca de 300 postos de trabalho. Em termos de espaço e de valências irá ocupar uma área superior a 12 mil metros quadrados e contará com mais de 30 camas de internamento, incluindo, ainda, uma Unidade de Cuidados Intermédios, três salas de bloco operatório e 34 gabinetes de consulta. Disponibilizará também os serviços de Imagiologia, Atendimento Médico Não Programado Adultos e Pediátrico, Hospital de Dia Médico e Oncológico, contando com mais de 20 especialidades médicas e cirúrgicas.

CUF e Mekkin garantem, então, que o futuro hospital privado «irá disponibilizar a uma área de influência de mais de meio milhão de habitantes da região Centro, uma oferta clínica diferenciada, equipamento e tecnologia de diagnóstico e tratamento de última geração, sendo uma unidade hospitalar capaz de responder com qualidade e segurança até aos casos mais complexos».

Citado na mesma nota, o presidente da Comissão Executiva da CUF, Rui Diniz, diz a propósito que o Hospital CUF Leiria é a materialização do projeto de expansão da rede CUF: «Queremos continuar a chegar a cada vez mais territórios, a chegar a mais pontos do país, consolidando a nossa rede de cuidados de saúde a nível nacional para continuar a responder às necessidades da população e do país».

De acordo com o responsável pelo maior grupo de saúde privado em Portugal, o Hospital CUF Leiria é um projeto que, acredita, «virá contribuir para o desenvolvimento sócio-económico de uma região que, por si só, já é muito dinâmica e dispõe de recursos humanos muito qualificados. Uma região para a qual trazemos os 76 anos de experiência e conhecimento clínico da rede CUF que hoje já conta com 19 unidade de saúde e mais de 7000 colaboradores, de norte a sul do país».

Quem são os promotores

A SGPS Mekkin é uma empresa multinacional, liderada pelo portomosense Artur Meneses, com três áreas de atuação principais: A indústria química (Cabopol), a indústria metalomecânica (Blocotelha) e a engenharia (Poligreen). Conta com cerca de 430 colaboradores diretos e 500 indiretos. Tem filiais em Espanha, Marrocos, Argélia, Roménia e França.

De acordo com os dados mais recentes divulgados na sua página na internet, tem um volume de negócios de 146 milhões de euros.
A CUF (José de Mello Saúde) é o grupo privado líder no setor privado da saúde em Portugal. Em 2020 realizou cerca de dois milhões de consultas, 860 mil exames, mais de 320 mil urgências e 55 mil cirurgias.