O jogo da 27.ª jornada da Divisão de Honra de futebol entre Vieirense e Mirense terminou, antes do tempo por falta de jogadores do Mirense, depois de duas expulsões da equipa que também perdeu alguns jogadores por lesão. A O Portomosense, o presidente do clube, António Lima, disse que a arbitragem foi dominada pela pressão do adversário. «Além de termos sido completamente gozados pelo treinador que se virava para a bancada a provocar os nossos adeptos e as mães dos nossos jogadores, a mandá-las para casa lavar tachos, fez também dos árbitros marionetas, ele é que expulsou os jogadores, não foi o árbitro», afirmou. O jogo terminou quando o Vieirense estava a vencer por 3-0. Na próxima jornada o Mirense recebe o Meirinhas, mas ainda não sabe se irá a jogo por falta de jogadores, «alguns castigados e outros lesionados».