Partindo da dualidade entre os antigos Centros de Saúde e as Unidades de Saúde Familiar (USF), a Ur’gente – Associação de Utentes de Saúde decidiu organizar a 27 de outubro, uma conferência para debater e avaliar os “prós” e “contras” entre estas duas realidades. A presidente da associação, Ana Margarida Amado, adiantou algumas das presenças previstas para a iniciativa: «Vêm especialistas, presidentes de associações nacionais das USF e também médicos de Medicina Geral e Familiar», referiu.

A presidente da Ur’gente disse ainda ao nosso jornal que a associação, em colaboração com Escola Superior de Saúde de Leiria, está a proceder a um inquérito com o objetivo de «avaliar a comunidade do concelho, não só do ponto de vista sócio-demográfico, como também das satisfações e insatisfações relativamente aos cuidados de saúde primários que têm vivenciado».

Ana Margarida Amado salientou a importância do poder autárquico, tanto num assunto como no outro e justificou: «Por isso é que nós já tivemos e continuamos a ter as reuniões com os presidentes de Junta, que são a ligação mais direta que temos com as respetivas populações».