André Sousa, João Rosa, Nuno Vendeiro, Rui Rodrigues e Ricardo Filipe, os Bigodes do Asfalto, chegaram a Porto de Mós na passada sexta-feira, dia 28 de agosto, depois de 14 dias de estrada, em autonomia. Os cinco jovens, amigos, decidiram dar a “volta a Portugal”, em motorizada, percorrendo a mítica Estrada Nacional 2.

Já em casa, os Bigodes do Asfalto falaram com O Portomosense sobre a experiência. «Havia algum receio pelo facto de estarmos a fazer a viagem e não levarmos carros de apoio. São motas velhas, há sempre avarias e problemas e o facto de não termos uma carrinha de apoio era uma incógnita», revelam, afirmando que foram «avisados por bastantes pessoas, que já têm feito coisas do género», que o mais sensato seria não ir em autonomia. «Mas nós batemos o pé, não queríamos levar mesmo nada, queríamos ir em autonomia. E fomos…», afirmam, orgulhosos, acrescentando que a «grande vitória» foi o regresso de todos, «sem problemas de maior».

Apesar de alguns percalços, relacionados com problemas mecânicos que foram resolvidos no local ou recorrendo a oficinas próximas, os Bigodes adiantam que conseguiram «cumprir todos os prazos» a que se tinham proposto e no final ainda tiveram tempo para «aproveitar dois dias ou três no Algarve, para estar um bocadinho mais de férias, descansar e depois seguir».

Questionados acerca do maior desafio, respondem que «é o todo»: «Um pouco a parte técnica porque às vezes há alguns problemas. Também o facto de irmos em autonomia, estarmos sozinhos. A parte da logística porque não tínhamos um hotel à nossa espera, muitas vezes acampávamos, fizemos alguns acampamentos selvagens. Toda essa logística aliada, muitas vezes, a poucas horas de sono, dá sempre algum cansaço e, por isso, o desafio é o todo», consideram.

De recordar que o nome adotado pelo grupo vem de uma aventura anterior de dois dos elementos que, no ano passado, participaram no Uniraid, uma aventura solidária em África. João Rosa e André Sousa adotaram, na altura, o nome de Bigodes do Deserto, que agora decidiram adaptar às circunstâncias.