A Blocotelha, uma das empresas do Grupo Mekkin (antigo Grupo Meneses), construiu e ofereceu a cobertura externa de duas áreas do Hospital de Santo André, em Leiria. Em nota de imprensa enviado à nossa redação, o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) sublinha que o projeto, a execução da obra e os materiais aplicados «totalizaram uma oferta da Blocotelha ao CHL que ascende os 100 mil euros».

Uma das áreas que beneficiou desta intervenção foi a nova ADR-SU – Área Dedicada a Doentes com suspeita de Infeção Respiratória dos Serviços de Urgência, criando uma zona com abrigo para as ambulâncias que transportam os doentes, e também para os que se deslocam ao serviço pelos seus próprios meios. A outra foi a Consulta Externa com a ampliação da sua cobertura exterior, permitindo agora abrigar mais pessoas enquanto esperam pela consulta.
As duas infraestruturas foram construídas e montadas em simultâneo tendo os trabalhos sido realizados ao longo de duas semanas.

Como forma de agradecimento à Blocotelha, o Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) sinalizou os locais das obras com placas de agradecimento e aquando da visita do líder do Grupo Mekkin, Artur Meneses, ao local, Licínio de Carvalho, presidente do conselho de Administração do CHL mostrou-se profundamente grato «pelo projeto realizado e a obra feita que aqui deixaram a título gratuito e que possibilita o abrigo dos utentes que acorrem aos nossos serviços», afirmou.

«É de louvar a vossa iniciativa, onde reconhecemos o empenho e a dedicação, tendo em conta o curto espaço de tempo em que concluíram as duas estruturas. O nosso obrigado!», acrescentou.

Em escassos meses esta é a segunda oferta de vulto feita pelo grupo Mekkin ao CHL, já que durante a primeira fase da pandemia de Covid-19, o grupo empresarial com sede em São Jorge, Porto de Mós, representado neste caso pelas empresas Blocotelha e Cabopol, entregou ao CHL um donativo de 100 mil euros.