A mulher acusada de tentar matar o companheiro em Cabeça Veada, no concelho de Porto de Mós, no passado mês de janeiro, foi ontem condenada pelo Tribunal de Leiria, a nove anos de prisão pelo crime de homicídio na forma tentada e posse de arma proibida.

O colectivo de juízes entendeu condenar a mulher, de 43 anos de idade, a oito anos e seis meses de prisão pelo crime de homicídio qualificado tentado e a um ano e seis meses por detenção de arma proibida. Em cúmulo jurídico, foi decretada a pena única de nove anos.

Segundo a juiz-presidente, a arguida “assumiu a generalidade dos factos objectivos imutados, com a excepção da intenção de matar” o companheiro.