O Município de Porto de Mós está a apelar à população para partilhar documentos e objetos relacionados com a vida durante a ditadura e no processo de transição para a democracia. Esta recolha decorre no âmbito do 48.º Aniversário das Comemorações do 25 de Abril.

Segundo informa em comunicado, podem ser partilhadas correspondências familiares ou pessoais, publicações clandestinas, documentação de protesto, propaganda ou contestação política, registos da ação da PIDE e da Censura e Exame prévio, documentação, trajes ou objetos relacionados com o serviço militar, passaportes e vistos de emigração no período do Estado Novo, fotografias da época, documentação relacionada com a atividade das associações locais, objetos relacionados com atividades lúdicas, registos de atividades promovidas em contexto paroquial, objetos decorativos e utilitários e outros objetos relacionados com a ditadura e a transição para a democracia.

A partilha de documentos e objetos pode ser feita junto da respetiva Junta de Freguesia, até ao dia 27 de março. A organização e acompanhamento da iniciativa ficará a cargo do Museu Municipal de Porto de Mós.