A Câmara Municipal de Porto de Mós entregou hoje 18 hotspots ao Agrupamento de Escolas para «disponibilizar acesso a internet ilimitada durante três meses aos alunos mais carenciados». A informação foi dada a O Portomosense pela vereadora da Educação, Telma Cruz. De acordo com a autarca, a alguns alunos mais necessitados foram também já entregues tablets, que havia nas escolas. O Município espera ainda por uma remessa de mais 135 que serão posteriormente disponibilizados.

Os alunos dos 11.º e 12.º anos retornarão às aulas presenciais no próximo dia 18, para as disciplinas a que têm exames nacionais. O Ministério da Educação enviou hoje, para as escolas, orientações que devem ter sidas em conta neste regresso. Entre as medidas estão os horários desfasados; sentar apenas um aluno por secretária; e a divisão das turmas, caso não seja possível colocar a turma inteira numa sala seguindo as normas de segurança. Os restantes alunos continuam a ter aulas em casa, com recurso à telescola e às aulas online, para as quais precisam de equipamentos e acesso à internet.