O Centro de BTT da Batalha na Pia do Urso perdeu a homologação da Federação Portuguesa de Ciclismo (FDC) e por isso não consta «da mais recente publicação editada pela federação e intitulada Cyclin’Portugal – Percursos Cicláveis de Portugal 2022», anunciou em comunicado a autarquia. Este centro foi inaugurado em 2012 e foi o primeiro a obter homologação pela federação, recordou a Câmara. «As razões que motivaram a opção pela não inclusão prendem-se com o facto desta infraestrutura ter perdido, em 2021, a homologação atendendo ao incumprimento de diversos requisitos técnicos exigidos no regulamento atualmente em vigor», é revelado na nota.

Apesar de ter constado no mapa nacional dos centros de BTT de 2021 da FDC, «o Centro de BTT da Batalha não reunia os requisitos técnicos que o habilitavam a cumprir as normas vigentes dos Centros “Cyclin” – anteriormente designados por Centros de BTT». Citado na nota, o presidente da Câmara da Batalha, Raul Castro, considera que é «uma frustração perceber que todo o investimento realizado e a notoriedade conquistada pelo Centro no país» não tenha sido «capitalizado nos últimos anos». «Aquela que foi considerada uma das melhores 100 ideias de turismo em Portugal pela revista Evasões e que durante anos foi o exemplo do funcionamento de um Centro de BTT moderno não foi aproveitada», lamenta ainda o autarca.

Face a esta situação, a autarquia anuncia que «vai encetar urgentemente os trabalhos conducentes à recuperação da homologação desta infraestrutura localizada na freguesia de São Mamede e que apresenta mais de 300 quilómetros de trilhos cicláveis». Esta é uma forma de responder «à relevância crescente do turismo de natureza, com o concelho da Batalha a apresentar condições excelentes para a prática deste tipo de atividades».