O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) procedeu à deslocalização da Urgência Geral do Hospital de Santo André (HSA) para o edifício da Consulta Externa e criou, na zona onde até agora funcionava a Urgência Geral, um serviço de urgência exclusivo para tratar utentes com patologia respiratória, entre os quais os que estiverem infetados com COVID-19. A nova configuração dos serviços de urgência do CHL surge como prevenção e salvaguarda de utentes e profissionais, na atual fase de mitigação da pandemia, e pretende evitar o cruzamento de doentes infetados por COVID-19 e não infetados, através da separação de áreas e criação de circuitos exclusivos.

Na urgência para tratamento de patologia respiratória, os doentes serão todos admitidos como casos suspeitos de infeção por COVID-19 e serão testados em função de critérios clínicos. Os utentes que tenham resultado negativo, podem ter alta ou ser internados numa área para doentes respiratórios não infetados por COVID-19. Os doentes diagnosticados com COVID-19, consoante os sintomas, podem ser enviados para recuperação em casa, devidamente acompanhados, ou poderão ser internados na área exclusiva para doentes com COVID-19.

Todos os utentes que se desloquem ao HSA por patologia não respiratória devem dirigir-se ao edifício da Consulta Externa, onde passa a funcionar a Urgência Geral, devidamente apetrechada de todo o equipamento necessário, e dotada de profissionais preparados para garantir o seu normal funcionamento. No mesmo edifício continuam a realizar-se as consultas presenciais não adiadas ou adaptadas para realização à distância, por manterem caráter urgente.

No local onde até agora funcionava a Urgência Geral Pediátrica passa a funcionar a Urgência Pediátrica para atendimento de doentes com patologia respiratória, e, à semelhança da Urgência Geral, também a Urgência Geral Pediátrica passa a funcionar no edifício da Consulta Externa, nas instalações da consulta externa de Pediatria. Por sua vez, a Urgência Ginecológica e Obstétrica mantém-se no mesmo local. Porém em caso de doença respiratória, independentemente de estarem grávidas, as utentes deverão dirigir-se à urgência para tratamento de patologia respiratória.

Os utentes que forem aos serviços de urgência básica (SUB) do Hospital Distrital de Pombal (HDP) e do Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira (HABLO), e apresentem doença respiratória, serão encaminhados para o HSA. Os SUB do HDP e do HABLO passam assim a funcionar exclusivamente para os doentes sem patologia respiratória.

Todas as urgências estarão a funcionar durante 24 horas/dia, com equipas específicas dedicadas a cada uma delas em exclusivo, com circuitos próprios e áreas de internamento específicas para evitar o cruzamento de doentes infetados por COVID-19 e doentes não infetados. As alterações ao funcionamento das urgências no HSA estarão devidamente identificadas com sinalética adequada, a informar as novas localizações.

Estas alterações entram em vigor a partir das 08h00 de domingo, dia 29 de março de 2020.