Após 16 meses afastados dos «tapetes da competição» os atletas da Associação Clube Shenlong – Martial Arts, com sede na freguesia do Juncal, entraram a vencer no regresso às provas presenciais. A participação na Taça de Portugal que decorreu nos dias 10 e 11 de julho no Pavilhão da Expoeste – Caldas da Rainha valeu ao clube 18 medalhas. Foi precisamente a prestação em 31 provas na competição que levou o clube a arrecadar oito medalhas de ouro, seis de prata e quatro de bronze, a Taça de 3.ª Melhor Equipa em Provas Tradicionais e a atribuição a Daniela Domingues o Prémio de Melhor Atleta Feminina em Provas Tradicionais. «Estes resultados demonstram que os esforços e a determinação dos atletas perante a pandemia que nos oprime, fomentam sentimentos de orgulho e esperança para os pais e treinadores», refere o treinador, Steven Coelho, num comunicado enviado à nossa redação, onde agradece também à Câmara Municipal de Porto de Mós e à Junta de Freguesia do Juncal pelo apoio «incondicional».

Na prova, organizada pela Federação Portuguesa Lohan Tao Kempo (FPLK), estiveram presentes «mais de 400 atletas».