Início » Comissão concelhia de Porto de Mós do PCP “solidária com os comerciantes locais”

Comissão concelhia de Porto de Mós do PCP “solidária com os comerciantes locais”

11 Janeiro 2023
O Portomosense

Texto

Partilhar

O Portomosense

11 Jan, 2023

«A Comissão Concelhia de Porto de Mós do PCP está solidária com o descontentamento dos comerciantes do concelho pela decisão do executivo da Câmara Municipal de Porto de Mós de reduzir de forma drástica a iluminação de Natal, e da contribuição que esta medida terá tido para a redução das suas vendas», assim começa o comunicado enviado pela Comissão Concelhia do PCP à redação de O Portomosense. O partido frisa que «depois de dois anos de pandemia, o que os comerciantes não necessitavam era de medidas que contribuam para a não dinamização do consumo no comércio local».

Também a «perda do poder de compra das populações, motivada por o aumento dos salários e pensões não acompanhar os aumentos causados pela inflação e pela especulação da grande distribuição e das empresas energéticas», pode contribuir, na opinião do PCP, para «que quem vive do seu salário ou da sua reforma, se retraia nas suas despesas». «A vida tem vindo a mostrar a justeza da intervenção do PCP na Assembleia da República quando exige o aumento generalizado dos salários e pensões, o controlo dos preços dos bens essenciais e dos combustíveis», refere a Comissão Concelhia. No entanto, salienta que estas «estas medidas» têm sido «sistematicamente rejeitadas pela maioria absoluta do PS e a convergência do PSD, Chega e Iniciativa Liberal». «Como o PCP tem defendido, o aumento dos salários e pensões é, para além da justeza de uma melhor repartição da riqueza, uma necessidade para o desenvolvimento da atividade económica do país», conclui o partido.

Assinaturas

Torne-se assinante do jornal da sua terra por apenas: Portugal 19€, Europa 34€, Resto do Mundo 39€

Primeira Página

Publicidade

Este espaço pode ser seu.
Publicidade 300px*600px
Half-Page

Em Destaque