A Câmara Municipal de Porto de Mós aprovou, no passado dia 7, aquela que foi considerada «a maior empreitada de sempre lançada pelo Município» e «dos últimos anos, aquela que é mais importante tendo em conta o garante do futuro do desenvolvimento económico do concelho». Em causa está o lançamento do concurso público para a construção de infraestruturas de ampliação da Área de Localização Empresarial de Porto de Mós, com um valor base de 4 212 234 euros, a que acresce IVA. A obra inclui a construção da rede viária, abastecimento de água, drenagens de águas pluviais e residuais, rede elétrica e telecomunicações rede de gás e construção de espaços verdes.

O presidente da autarquia, Jorge Vala, afirmou na reunião de Câmara que este é «um passo fundamental para dar seguimento» ao processo e adiantou que, até aqui, o Município já investiu cerca de 1,2 milhões de euros na aquisição de terrenos, estando «seis ou sete» em processo de expropriação. A satisfação foi partilhada pelo vereador do PS, Rui Marto: «Só posso dizer que hoje me sinto bastante satisfeito com este passo», afirmou. «Já andei a dar voltas à cabeça sobre quando teria havido um concurso desta dimensão e não consegui identificar nenhum, portanto acho que hoje é um dia muito importante para o concelho de Porto de Mós», frisou.

Em nota de imprensa, o Município lembrou que «tem aprovado o anteprojeto da 2.ª fase de ampliação, tendo já sido manifestada intenção junto da CCDRC para a candidatura a fundos comunitários e sua posterior concretização».