No passado dia 27 de novembro, o Coral Calçada Romana, de Alqueidão da Serra, voltou a atuar em Alqueidão da Serra, depois de cerca de dois anos em que, devido à pandemia, teve apenas compromissos relacionados com a vida da paróquia, na Festa de Nossa Senhora do Rosário e nas celebrações do Crisma.

O espaço escolhido para o concerto foi o salão da Casa do Povo, de modo a possibilitar mais distanciamento entre o público e a garantir a segurança de todos. Antes do concerto propriamente dito, foi apresentada uma cronologia fotográfica do grupo, com os principais momentos dos seus 28 anos de atividade. Jorge Pereira, presidente da direção, agradeceu a presença de todos, destacando os representantes de diversas associações e organismos da freguesia. Relevou igualmente a presença de vários antigos coralistas e lembrou os que já partiram.

Seguiu-se a parte musical. O Coral Calçada Romana, dirigido pelo Maestro Noé Gonçalves, apresentou, inicialmente, dois temas do século XVI (Tourdion e Venid a sospirar), seguindo-se vários temas populares de diferentes regiões de Portugal. Destes, a peça Os homens que vão p’rá guerra, com arranjos de Fernando Lopes-Graça foi apresentada pela primeira vez em concerto.

O alinhamento terminou com o popular açoriano Ilhas de Bruma. Depois de muitas palmas e de mais algumas palavras, em que o presidente da direção agradeceu novamente a presença de todos e convidou os presentes a levarem uma fatia de bolo de aniversário para casa, o Calçada Romana cantou uma peça “extra”, Se fores ao Alentejo, em que contou com a participação de alguns antigos coralistas presentes na sala.

Por fim, foram entoados os Parabéns a você e oferecido o bolo de aniversário, confecionado e devidamente embalado pela Pedaços de Chocolate para que cada um pudesse degustar no conforto e segurança das suas casas.

Depois deste “regresso” a Alqueidão da Serra, muito querido pelos coralistas e saudado pelo público, o Coral Calçada Romana irá começar agora a preparar o repertório de Natal a fim de o apresentar em alguns compromissos que já estão agendados, nomeadamente em Porto de Mós e em Mira de Aire.