O Município de Porto de Mós, pelo seu presidente Jorge Vala, publicou um comunicado acerca da situação no concelho na sua página oficial do Facebook. Eis a comunicação na integra:

Caros Munícipes

Hoje, dia 10 de Janeiro a Autoridade de Saúde comunicou a existência de 23 novos casos positivos, 14 recuperados e temos a lamentar mais um óbito, endereçando à família as nossa sentidas condolências.
Assim, passamos a registar 123 casos ativos, 444 recuperados e temos a lamentar 14 óbitos.

Uma vez mais reiteramos que a informação que prestamos diariamente resulta dos dados oficiais que nos são comunicados pela Autoridade de Saúde. O nosso principal objetivo é manter os nossos Munícipes informados e desta forma evitar a especulação, que tantas vezes tenta sobrepor-se aos dados oficiais. O mesmo acontece relativamente aos óbitos, que são comunicados após serem inseridos na plataforma covid e em resultado da confirmação da causa do óbito através de relatório médico, o que pode demorar alguns dias. Entendemos fazer este pequeno esclarecimento porque no momento em que estamos, a viver uma tragédia e em guerra no combate a este inimigo invisível, de pouco valerá desviarmo-nos desse combate contra o vírus.

O que nos vai chegando é que a situação pandémica continua a agravar-se e por isso cada vez mais difícil de controlar, tendo como consequência imediata a rotura dos serviços de saúde a todos os níveis e claro também na Saúde Pública.

Por este facto, solicitamos uma vez mais para que cada um seja o verdadeiro agente de Proteção Civil, agindo com cuidado redobrado e sem facilitar em nenhuma circunstância! Esta situação não pode ser resolvida pelas Autoridades de Segurança, ou à força; tem isso sim que ser resolvida com civismo e responsabilidade daqueles que infelizmente ainda não perceberam que vivemos num momento extraordinário e perigoso para a saúde de todos e de cada um em particular.
Por si e pelos seus proteja-se, não corra risco e cumpra as regras amplamente divulgadas pela Direção Geral de Saúde.

Se necessitar de ajuda, não hesite contacte-nos através do número verde grátis do Município 800 210 102. Nós estamos cá para prestar o apoio necessário.

Contamos consigo, pode continuar a contar connosco