O Município de Porto de Mós, pelo seu presidente Jorge Vala, publicou a atualização diária acerca da situação no concelho na sua página oficial do Facebook. Eis a comunicação na íntegra:

Caros Munícipes,

Hoje, 22 de Julho, foram-nos comunicados 6 novos.

Assim, passamos a registar no Concelho de Porto de Mós 52 casos ativos, 1.491 recuperados e temos a lamentar 38 óbitos.

De acordo com a resolução de Conselho de Ministros realizada hoje, no Concelho de Porto de Mós não se registaram alterações, continuando na lista de concelhos em risco elevado, mantendo-se por isso as restrições atualmente em vigor:
1️⃣Limitação da circulação na via pública a partir das 23h00.
2️⃣ Restaurantes podem funcionar até às 22h30. Às sextas-feiras a partir das 19h00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o dia, o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior está permitido apenas aos portadores de certificado digital ou teste negativo. A limitação do número do número de pessoas por mesa mantém-se: máximo de 6 pessoas por mesa no interior e de 10 pessoas por mesa na esplanada;
3️⃣Exigência de teste negativo ou certificado digital para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local;
4️⃣ Teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam;
5️⃣Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22h30 (no interior, com um máximo de 6 pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo);
6️⃣ Espetáculos culturais até às 22h30;
7️⃣Casamentos e batizados com 50 % da lotação;
8️⃣Comércio a retalho alimentar, não alimentar e prestação de serviços até às 21h00;
9️⃣Permissão de prática de todas as modalidades desportivas, sem público;
1️⃣0️⃣Permissão de prática de atividade física ao ar livre e em ginásios;
1️⃣1️⃣Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela Direção -Geral da Saúde (DGS);
1️⃣2️⃣ Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

Apelamos que cumpra com as regras de segurança sanitária, protegendo-se e protegendo todos os outros. Estas novas variantes são altamente transmissíveis e por isso muito perigosas.

Reiteramos a nossa total disponibilidade para responder às suas solicitações, por isso, se precisar de ajuda não hesite, contacte-nos através do número verde grátis do Município 800 210 102.

Contamos consigo, pode continuar a contar connosco.

Cumprimentos
Jorge Vala