O dia 30 de junho, domingo, foi um dos mais recheados quer em termos de público, quer em termos de atividades. Há que destacar a presença do programa da TVI, Somos Portugal, que este ano tinha ainda mais gente a assistir do que no ano passado, e que divulgou vários pormenores das Festas.

Foi também um dia preenchido no que toca à gastronomia, além das Tasquinhas, abertas a partir do meio dia, e da tradicional Cozinha de Demonstração, às 21 horas, houve uma demonstração de pratos culturais, feita pelo chef portomosense Samuel Mota e o concurso Melhor Petisco.

Este concurso, que decorreu a meio da tarde na tasquinha do Fundo Social, põe à prova petiscos feitos pelas associações presentes nas tasquinhas. Apenas 15 concorreram com os seguintes pratos: Cachola da Matança, Bolinhas de Alheira, Coscorão de Borrego, Misto de Peixe, Sopas de Bacalhau, Torrelhos, Pota Albardada, Torresmos, Beijinhos de Porco, Abelheira, Rissóis de Cabrito, Feijoada de Caracóis, Jaquinzinhos à Dom Fuas, Lagartos de Porco Preto e Iscas à Bombeiro.

O júri, composto por Eunice Meneses, Yannick Genard e José Marques da Cruz, elegeu como vencedor o Coscorão de Borrego, feito pelo Grupo Desportivo e Recreativo de Serro Ventoso e atribuiu duas menções honrosas, a primeira às Sopas de Bacalhau do Rancho Folclórico das Pedreiras; e a segunda às Iscas à Bombeiro dos Bombeiros Voluntários do Juncal.

Também de desporto se faz esta festa e uma das atividades que acompanhámos foi o X Torneio Infantil Júlio Viegas, que trouxe a Porto de Mós, como já vem sendo hábito, várias equipas de âmbito regional e até nacional, como é o caso do Sporting e do Benfica. O destaque vai para as centenas de pais e familiares que se deslocam à vila para apoiar as equipas, vestidos a rigor e com bandeiras a preceito.