O Município de Porto de Mós, pelo seu presidente Jorge Vala, publicou a atualização diária acerca da situação no concelho na sua página oficial do Facebook. Eis a comunicação na integra:

// COVID-19 | 4 de Maio de 2020
Comunicado do Presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós:

Caros Munícipes,

Hoje, dia 4 de Maio, continuamos sem registar qualquer novo caso positivo no Concelho de Porto de Mós.

Hoje foi também o dia do recomeço de parte da atividade comercial e de alguns serviços. Verificamos com agrado que, uma vez mais, a nossa população está a cumprir com as recomendações da Autoridade de Saúde, usando de forma generalizada a máscara de proteção e o mesmo acontecendo com o pequeno comércio. Este sinal positivo deve servir de exemplo para o que será a nossa vida durante os próximos tempos. Se assim fizermos, estaremos protegidos, protegendo também todos os outros.

Continuamos com a distribuição dos Kits com máscaras de proteção, um trabalho conjunto com as Juntas de Freguesia e que já serviu cerca de 15.000 cidadãos do nosso Concelho. Um balanço positivo, mas ao qual queremos dar continuidade, com a distribuição de máscaras a todos os nossos Munícipes. Por isso, se ainda não fez o seu pedido faça-o, através do site do Município, telefonando para nós ou para a sua Junta de Freguesia. Neste particular, queremos deixar um agradecimento público a todos os colaboradores do Município que participaram na concretização deste projeto, bem como às Juntas de Freguesia, determinantes no processo da sua distribuição. Um bem-haja para todos eles!

Um agradecimento também para a Empresa Moca Stone, SA, com sede em Chão da Feira, Calvaria de Cima e à Expoeuropa, Comércio de Automóveis SA, com sede em Pedreiras, pela oferta de material de proteção individual que já foi distribuído por várias IPSS’s (Lares) do Concelho. A entrega de material de proteção individual por parte destas duas empresas é complementar ao que fizeram cerca de duas dezenas de outras empresas ou particulares e que em cada momento fomos mencionando e agradecendo. No entanto, é justo reforçar de forma reconhecida a enorme solidariedade que encontrámos por parte de Empresas e Particulares do nosso concelho, e que em muito ajudaram as Instituições recetoras, num momento de grande dificuldade em adquirir estes equipamentos.

Agora resta-nos continuar a fazer o que é correto. Os grupos de maior risco devem, preferencialmente, continuar confinados e todos temos a obrigação de cumprir com as regras e recomendações da Direção Geral de Saúde.

Se precisar de ajuda e não quer sair, ligue-nos a nós ou à sua Junta de Freguesia, porque continuamos deste lado, disponíveis para dar resposta às suas necessidades ou dúvidas. Ligue-nos para a linha direta do Município através do número 800 210 102, grátis e disponível 24 horas.

Contamos consigo. Pode continuar a contar connosco!