A União Recreativa e Desportiva Juncalense (URDJ) é desde o passado dia 18 de novembro uma das 87 entidades do distrito de Leiria distinguidas com a Bandeira da Ética do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) que «consiste na certificação e promoção dos valores éticos no desporto». O clube com sede no Juncal elaborou duas candidaturas (Juncalense Solidário e Departamento de Formação de Futsal do URDJ), ambas aprovadas pelo IPDJ, sendo que foi esta última que lhe valeu a atribuição da Bandeira da Ética. «Não é de todo um processo fácil mas é, sem dúvida, um feito muito importante para a URD Juncalense», reconheceu o clube, na sua página de Facebook.

A nível nacional, a comunidade da Bandeira da Ética conta, atualmente, com 1559 entidades registadas e 379 certificações emitidas que são norteadas pelo lema Juntos, sabemos mais e fazemos melhor. Um facto curioso é que, desta vez, o IPDJ apenas distinguiu no distrito de Leiria duas entidades com esta certificação (o URDJ e o Judo Cube da Marinha Grande) que passam, agora, a «integrar uma comunidade de instituições comprometidas com a ética no desporto, podendo comunicar, estabelecer e reforçar esse objetivo comum nas suas redes colaborativas, partilhando as suas boas práticas, tendo em vista a melhoria contínua dos seus processos internos e da gestão da comunicação externa», refere a IPDJ na sua página na Internet.

A entrega formal da Bandeira foi feita a 18 de novembro nas instalações do Serviço do IPDJ de Leiria e contou com a presença do presidente da URDJ, Marco Amaro, o presidente da Junta de Freguesia do Juncal, Artur Louceiro, e o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Porto de Mós, Eduardo Amaral.