Dando seguimento ao trabalho que tem vindo a desenvolver desde a chegada da pandemia de COVID-19 a Portugal, a empresa Sar & Grafia acaba de anunciar que desde ontem, dia 22, tem começado a produzir proteção de orelhas. O objetivo da peça, em plástico, é que proteja as orelhas dos profissionais de saúde das mazelas causadas pelos elásticos das máscaras cirúrgicas, durante a sua utilização.

«Acho que é uma ajuda bastante importante para os que estão na linha da frente, não só os profissionais de saúde, mas as pessoas que estão no atendimento durante 8 horas com uma máscara em que os elásticos começam a aquecer nas orelhas e a fazer ferimento», explica João Paulo Saraiva, diretor da empresa.

Sediada em Mira de Aire, a empresa começou por criar viseiras de proteção para entregar a profissionais de saúde de várias instituições. Hoje, deu asas à imaginação e passou a criar uma viseira «mais social», sem ser aquela mais comummente utilizada em ambiente hospitalar. «Nós temos visto que as pessoas têm estado a baixar a guarda e achamos que não é hora de o fazermos», justifica. A peça que contará com um design e uma estética diferentes, estará dentro de alguns dias disponível para venda.