O Encontro Nacional de Tocadores de Concertina vai realizar-se pelo 21.º ano consecutivo na Barrenta (nos últimos dois anos realizou-se de forma adaptada à pandemia). «Este lugar, na União de Freguesias de Alvados e Alcaria, conta com cerca de 38 habitantes, mas no próximo dia 24 de setembro, espera receber mais de 500 tocadores de concertina», revela o Centro Cultural da Barrenta (CCB) em comunicado. Em 2019, a última edição que se realizou sem as limitações da COVID-19, «foram mais de 550 tocadores, muitos cantadores ao desafio e milhares de visitantes».

A edição deste ano «pretende assim dar continuidade aos encontros anteriores, e continuar a fazer desta iniciativa, um dos maiores encontros de tocadores de concertina do país». O CCB, entidade promotora, explicou ainda que «tem apostado em sinergias com as autoridades locais no sentido de melhorar os acessos, bem como as condições de segurança». «Os sabores tradicionais da região, o artesanato e os costumes locais também têm lugar nesta festa», frisa. Vão ser dois os pontos de tasquinhas «de forma a proporcionar o convívio e troca de experiências entre grupos». Os «cantares ao desafio» são também, cada vez mais, uma aposta da organização e a expectativa «é este ano aumentar o leque de grandes nomes a nível nacional».

O primeiro Encontro Nacional de Tocadores de Concertina realizou-se em 2002 «e envolveu cerca de 40 tocadores, com o objetivo de poder dar “vida” a uma aldeia que só por si iria desaparecer com o passar dos anos se nada fosse feito para ter alguma visibilidade». O CCB sublinha que numa região que «reúne 100 concelhos, lugares com história, lendas, costumes e tradições, onde é possível descobrir a essência de um país, este evento é, sem dúvida, um marco que perpetua um dos instrumentos mais típicos da nossa cultura popular».