O recreio da Escola Básica da Calvaria de Cima está de “cara lavada”. A remodelação foi «sonhada» e realizada pela Associação de Pais da Calvaria de Cima. «A nossa escola, apesar de ter sido remodelada recentemente e de ter muito boas condições, tem um recreio muito pequeno», começa por explicar a presidente da associação, Daniela Oliveira. Atualmente com 99 crianças este é um «espaço reduzido» para elas brincarem e o que a associação tentou fazer foi minimizar essa questão. «Renovámos o espaço construindo determinados espaços com zonas divididas porque, por exemplo, os meninos gostam imenso de jogar à bola e pediam todos os dias um campo de futebol», conta. Agora, além de um delineado campo de futebol, o recreio tem também «o jogo da macaca, um jogo do galo e um jogo de bolhas coloridas com diferentes dimensões para as crianças saltarem».

Esta obra foi feita num fim de semana pelos membros da Associação de Pais e foi surpresa para as crianças. «Os miúdos reagiram muito bem, quando fui deixar o meu filho na segunda-feira de manhã todos os espaços pintados estavam cheios de miúdos, o campo de futebol ainda mais, foi muito bom», salienta Daniela Oliveira. «Isto é que é muito gratificante, depois de fazermos alguma coisa, vermos os sorrisos estampados nas caras deles, perceber que valeu a pena o trabalho», acrescenta ainda a presidente. A responsável acredita que esta obra mudou a forma como as crianças vão encarar os intervalos: «O espaço é o mesmo, infelizmente não o podemos acrescentar, mas podemos renová-lo. Podemos criar mais coisas e as crianças não são muito exigentes, nós [adultos] é que somos. Eles já jogavam à bola naquele espaço, mas com um campo e umas balizas é completamente diferente», acredita.