Das mais de 430 escolas inscritas, o trabalho da Escola Básica do Juncal, no concelho de Porto de Mós, foi o que mais se destacou no desafio anual do Programa Escola Missão Continente. O projeto concebido pelos alunos do 1.º ao 4.º ano ficou em primeiro lugar o que valeu àquela instituição de ensino um prémio de 1 250 euros em material lúdico-pedagógico e/ou desportivo. Em segundo e terceiro lugar, respetivamente, ficou a EB do Ramalhal, em Torres Vedras, e a EB1/PE do Estreito da Calheta, no Funchal.

«Como tornar a ida ao supermercado um comportamento mais sustentável?» foi o mote lançado às escolas participantes e que contou com a participação de mais de 40 mil estudantes. Ao repto, os alunos da Escola Básica do Juncal responderam com a criação de uma história apresentada em vídeo, onde “Junquinho”, o protagonista, ensina a mãe a fazer compras mais sustentáveis, através de dicas e conselhos.

O trabalho que mereceu o primeiro prémio no Programa Escola Missão Continente foi realizado pelos alunos das turmas 1JNC, 2JNC, 3JNC, 4JNC, 5JNC que sob a coordenação da professora Fátima Mendonça, coordenadora de escola e de apoio educativo, deram voz às personagens, assim como aos diversos cenários. Cientes da preocupação de transmitir a mensagem aos encarregados de educação, os alunos criaram também um jogo de cartas, através do qual aprenderam sobre os diversos temas que foram sendo abordados. No projeto participaram ainda os professores titulares e de apoio educativo (Isabel Lopes, Nelson Fonseca, Maria João Fonseca, Natália Caeiro, Agar Almeida, Cristina costa, Isabel Jorge), assistentes operacionais e encarregados de educação. Para além destas, foram ainda desenvolvidas outras atividades, sempre com foco na educação alimentar, tais como a construção de sacos de pano para as compras e a criação de uma bandeira de Portugal com rolhas de cortiça para promover a compra de produtos nacionais.

Abordando temas como dietas saudáveis, desperdício alimentar ou o uso excessivo do plástico, o programa Escola Missão Continente que já vai na sua 5.ª edição pretende apoiar escolas de todo o país, na sensibilização para uma alimentação saudável e um consumo consciente.