Foto: Jéssica Moás de Sá

Depois de mais de um mês encerrada ao trânsito para trabalhos de contenção e consolidação da encosta contígua, reabriu no passado dia 14 de fevereiro, a estrada municipal 554 que liga a Bezerra a Serro Ventoso.

A empreitada que visava «evitar a queda de pedras e escorregamentos de solo, através da remoção dos sedimentos soltos e a posterior pregagem e colocação de rede de dupla torção» arrancou no início de janeiro e estava previsto que terminasse a 28 de fevereiro mas, «num esforço acrescido para reduzir os incómodos causados aos habitantes locais e aos utilizadores daquela estrada, as obras foram concluídas, duas semanas antes», como realçou o presidente do Município no decorrer da reunião de câmara descentralizada que teve lugar um dia antes da abertura ao trânsito. A intervenção decorreu em cerca de 250 metros e teve um custo superior a 100 mil euros. Durante os trabalhos foram retiradas do local «cerca de 200 toneladas de material rochoso que em grande parte se desagregou da encosta sem grande esforço da maquinaria afeta à obra», informa a Câmara em nota de imprensa.

Durante o período em que decorreram as obras quem quisesse entrar ou sair da Bezerra tinha de percorrer quase 10 quilómetros a mais mas o esforço terá valido a pena, disseram ao nosso jornal alguns dos habitantes. Igualmente satisfeito está o presidente da Junta de Freguesia de Serro Ventoso, Carlos Cordeiro, que, a par dos moradores, também já por diversas vezes alertara para o perigo que constituia a queda de pedras, por vezes de grande porte, para a estrada, ou o deslizamento de terras para a mesma via, algo que nos últimos tempos estava a acontecer com alguma frequência.

De acordo com o autarca ainda haverá pequenos trabalhos a realizar mas o essencial, a intervenção de fundo, já está feito. «Penso que nunca se terá feito algo do género no concelho e mesmo na região será pouco comum. Espero agora que o problema fique definitivamente resolvido de modo a que quem circule naquela estrada se sinta e esteja, de facto, seguro», diz Carlos Cordeiro. O alargamento da mesma estrada é outra das suas aspirações mas, para já, e uma vez que a Câmara optou por intervir naquilo que era mais urgente para garantir a segurança de condutores e peões mostra-se agradado com a resolução deste problema.

A sinuosa e, por vezes, estreita, estrada municipal que liga Serro Ventoso à Bezerra é considerada uma das mais bonitas do concelho pela beleza da paisagem envolvente mas, até aqui, era vista também por muitos, como perigosa, precisamente pelo perigo que havia de queda de pedras para a via ou o deslizamento de terras.