Uma «reformulação de percurso» nos Caminhos de Fátima possibilita que daqui em diante duas das etapas que compõem um dos roteiros passem a terminar no concelho de Porto de Mós, anunciou o presidente da Câmara, Jorge Vala, na última reunião do executivo. «Havia um percurso que estava definido mas que se considerou bastante duro do ponto de vista dos utilizadores e por isso foi negociado um novo», justifica. Assim sendo, uma das etapas «irá ter início na Nazaré e terminará nas Pedreiras» e uma outra «vai começar nas Pedreiras e terminar em Alvados» que daí partirá com destino a Fátima.

Esta rede de itinerários religiosos e culturais, os Caminhos de Fátima, foi fundada em 1996 com o objetivo de «criar condições de segurança» para os peregrinos que se dirigem a pé ao Santuário. Segundo o autarca, o projeto, agora concluído, irá ser apresentado em documento final durante a 9.ª edição do evento de Workshops Internacionais de Turismo Religioso, que decorrerá em Fátima nos dias 24 e 25 de junho.