Está confirmado o regresso das Festas de São Pedro que se vão realizar entre 25 de junho e 3 de julho. «Após dois anos de interregno, devido à crise pandémica, as Festas de São Pedro regressam a Porto de Mós», anunciou assim o Município na sua página de Facebook. As festas vão decorrer dentro dos seus «parâmetros habituais», revelou ainda a autarquia. Isto significa que estão de volta «as famosas tasquinhas, a procissão em honra de São Pedro, as atividades equestres, desportivas e culturais, a Exposição Comercial, Industrial e de Artesanato, as marchas populares de São Pedro, a Cozinha de Demonstração, o Festival de Folclore, a Feira Franca, a Exposição Auto e de Máquinas Agrícolas, os concertos e espetáculos diários e o fogo-de-artifício».

O presidente do Fundo Social dos Funcionários da Câmara Municipal (entidade que organiza as festas), Luís Vieira, tem «expectativas altas» para esta edição. «Depois de dois anos em que a pandemia nos deixou sem festas, não tenho dúvidas que as pessoas querem sair à rua, isto tocou-nos a todos, a uns mais e a outros menos, mas tocou a todos», afirma. Por isso, volta a frisar o responsável, este «vai ser um ano em grande», acredita. Quanto às medidas de prevenção, o responsável diz que de momento «não existem regras» obrigatórias mas espera que cada pessoa tome a sua cautela. «As pessoas vão ter que continuar a usar máscara como até aqui», diz.

Para as associações envolvidas, nomeadamente nas Tasquinhas, volta uma parte fundamental dos seus orçamentos. «Já contactei todas as associações e todas estão ansiosas para voltar, as festas são um balão de oxigénio para elas, que podem ter outra fonte de rendimento, mas as festas são uma plataforma que lhes permite subsistir durante o ano», frisa.
Quanto ao cartaz musical, Luís Vieira ainda não pode revelar. «Temos um compromisso com o que estava previsto em 2019 com a direção da altura, na qual era vice-presidente, mas neste momento, enquanto não dissermos aos sócios, não podemos revelar, porém em breve começaremos a divulgar», explica.

Foto | Isidro Bento