No passado dia 26 de junho, numa entrevista em direto à Rádio Dom Fuas, no estúdio localizado no recinto das Festas de São Pedro, o presidente da Câmara de Porto de Mós, Jorge Vala, referiu a possibilidade de o Município criar um dia de festejos destinado aos emigrantes do concelho, «envolvendo toda a comunidade de emigrantes num projeto de festas, a todo o nível», com atividades no próprio recinto das tasquinhas. Jorge Vala disse que, em 2020, o Município preparava-se para um «grande encontro de emigrantes durante as Festas de São Pedro», mas que, devido à pandemia, acabou por «ter que adiar tudo». Contudo, o autarca garante que existe a possibilidade de integrar «um projeto destes para um futuro [próximo]» nas Festas de São Pedro e que a iniciativa continua “em cima da mesa”. Segundo as declarações exclusiva de Jorge Vala à Rádio Dom Fuas, «este é um desafio» do Município «que a comunidade de emigrantes, de certeza absoluta, vai partilhar».

Foto | Catarina Correia Martins