Gabriel Cunha foi um dos 16 atletas convocados para o Festival Olímpico da Juventude Europeia (FOJE) que se irá realizar em Banská Bystrica (Eslováquia), a partir de amanhã, dia 23, e até 31 de julho, naquela que será a primeira internacionalização do atleta do Grupo Desportivo das Pedreiras. «Faz-me sentir outra responsabilidade. Ainda assim, quero aproveitar o momento, fazer novas amizades e ganhar experiência», afirma, acrescentando que foi com «surpresa» mas com «felicidade» que recebeu a notícia que constava da lista de convocados para esta competição, destinada a atletas Sub-16 e Sub-18. «Inicialmente queria tentar fazer mínimos para o decatlo só que houve um colega que conseguiu fazer mais. Então, eu e o treinador optámos por fazer os mínimos para o salto em comprimento, mesmo sabendo que seria um bocadinho difícil, mas depois acabámos por conseguir», conta.

Poucos dias antes de embarcar para a Eslováquia, o atleta de 14 anos já mostrava ter bem definidos os objetivos que deseja concretizar com a sua participação no FOJE. Porém há um em particular que, por já ter tentado alcançar e nunca ter conseguido, ganha outra dimensão: alcançar a barreira dos sete metros no salto em comprimento. «Se tudo correr bem, se tiver a cabeça boa e estiver confiante, acho que irei conseguir», antecipa.