O Grupo Desportivo e Recreativo de Serro Ventoso (GDR) inaugurou no passado dia 1 de maio, precisamente no dia em que assinalou os seus 50 anos, vários espaços na Bezerra, nomeadamente, um parque infantil, um parque de descargas de autocaravanas, um campo de futebol 3×3, um campo de pumptrack, a estação do centro de BTT, um parque de merendas e um campo de futebol de praia. Em declarações a O Portomosense, o presidente do clube, Júlio Cordeiro, refere que as obras ainda não estão concluídas, «falta colocar o pavimento no parque de autocaravanas, que terá capacidade para 15 a 20 veículos e está ainda em perspetiva a criação de um campo de ténis», adianta. Em relação ao investimento total, o presidente aponta para cerca de 60 mil euros gastos, no entanto ressalva que «ainda não está tudo bem contabilizado».

Na inauguração esteve também presente o presidente da Junta de Freguesia de Serro Ventoso, Carlos Cordeiro, e o presidente da Câmara Municipal, Jorge Vala, que começaram por parabenizar o GDR pelo trabalho desenvolvido naquele espaço que «há oito anos não era nada do que é hoje», realça Carlos Cordeiro, acrescentando que este «é apenas um começo, um bom começo» e que «ainda há muito a fazer». Agora, «é preciso cuidar do que está feito, evitando assim o abandono dos espaços», alerta o presidente da Junta. Carlos Cordeiro aproveitou ainda o momento para pedir a abertura das casas de banho deste espaço aos fins de semana, uma vez que «seria benéfico tanto para os ciclistas, como para todos os que ali passam», considera.

Jorge Vala, no seu discurso, felicita o clube que «nasceu pela mão e obra de um conjunto de pessoas de Serro Ventoso», e que tem conseguido ao longo dos seus 50 anos «manter a atividade desportiva e recreativa». O autarca relembra que as obras agora concretizadas fazem parte de ambições antigas, como é o caso do centro de BTT. A instalação deste equipamento que já tinha sido pensada há quatro anos «surgiu no âmbito do projeto de turismo de natureza», desenvolvido pela Câmara e foi agora concretizada, refere o autarca. A decisão foi tomada em articulação com a Junta de Freguesia e com a direção do grupo desportivo que concordaram com a implementação do equipamento para as bicicletas neste espaço. Estes equipamentos, revelou Jorge Vala, vão ser também colocados noutros centros do concelho. No seu discurso, o presidente da Câmara reforçou ainda a importância da «boa ligação deste espaço, com uma das mais importantes ecopistas do centro do país».

«As obras nunca estão concluídas e portanto nós estamos cá para apoiar o desenvolvimento das mesmas, dentro deste espirito de entregar à comunidade melhores condições», avançou o presidente, mostrando-se, mais uma vez, satisfeito pela obra desenvolvida pelo GDR. «O Município colaborou, a freguesia também e o clube desenvolveu esta ideia de coesão e acabou por fazer aqui uma obra que vale a pena», conclui.

Foto | Rita Santos Batista
Revisão | Catarina Correia Martins