Na passada terça-feira, o Comando Territorial de Leiria da GNR, através do Destacamento Territorial de Leiria, identificou um homem de 44 anos por ameaças com recurso a arma de fogo, em Mira de Aire. Os militares cumpriram dois mandados de busca domiciliária, na sequência de uma investigação que corria desde julho de 2019. Foram apreendidos uma arma de ar comprimido, uma reprodução de arma de fogo, dois bastões, um sabre, um punhal, um podão, uma catana, uma faca e uma navalha.

Foram ainda elaborados três autos de notícia por contraordenação por falta de microchip de três cães, sendo um deles de raça perigosa, punível com um coima até 3 740 euros; e um auto de notícia por contraordenação por falta de correto acompanhamento de resíduos (sucata), punível com um coima até 24 mil euros, de acordo com nota da GNR.

O suspeito, com antecedentes criminais por furto e tráfico de estupefacientes, era já arguido no processo, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Porto de Mós.