Início » Grande Prémio de Atletismo da Mendiga chamou atletas de todo o país

Grande Prémio de Atletismo da Mendiga chamou atletas de todo o país

11 Dezembro 2023
O Portomosense

Texto

Partilhar

O Portomosense

11 Dez, 2023

O evento teve início pelas 11 horas do dia 26 do passado mês de novembro, contando com a organização da Associação Recreativa Cultural e Desportiva da Mendiga (ARCD Mendiga), cujo recinto marcou a partida e a chegada da prova. Os atletas percorreram Mendiga, Marinha da Mendiga, Lagar Novo, Mato Velho e Serro Ventoso, retornando pelo mesmo percurso.

A corrida foi única para todos os escalões, incluindo seniores masculinos e femininos dos 18 anos aos 34, até aos veteranos, com 35 anos ou mais. Paralelamente, e à mesma hora, ocorreu uma prova não competitiva, em forma de caminhada rural com cinco quilómetros de percurso, tal como a corrida destinada aos mais pequenos, dos benjamins aos infantis e iniciados, que se subdividiu em traçados de 700 metros para os primeiros e 1 500 metros para segundos e terceiros.

Este ano, a competição, que em tempos chegou a contar com meio milhar de atletas, ficou algo abaixo do limite máximo de inscritos, que estava cifrado nas três centenas de vagas, acumulando na totalidade 155 atletas na prova principal e um número global de 28 na caminhada rural.

O dia de sol jogou a favor de todos, sobretudo do grande vencedor da Classificação Geral, Pedro Alves, concorrente do escalão de seniores masculinos pelo conjunto da Run Tejo-Prevent Sprain, com um tempo final de 49:32.443. Em segundo lugar ficou Pedro Venâncio, também do mesmo escalão, a correr pela equipa do Grupo de Atletismo da Caranguejeira, com um tempo de 50:11.400. Em terceiro lugar e, por isso mesmo, também com direito a pisar o pódio, ficou André Duarte, da equipa Conquista Ginásio – Cadaval, igualmente a correr no grupo dos seniores masculinos. O seu tempo foi de 52:43.256.

Por sua vez, no escalão dos 35 anos, o primeiro posto foi garantido por Hugo Duarte (Industrial Desportivo Vieirense) e Elsa Cristina Felicidade (Ama-te Naturalmente). Na categoria dos 40 anos, Carlos Silva (Grupo Desportivo Recreativo da Reboleira) e Inês Henriques (Clube de Natação de Rio Maior) foram os vencedores; já nos 45 anos, Paulo Costa (AC Vermoil) e Helena Moreira (HeCaTEAM). Nos 50 anos, ficou Licínio Carreira (AC Vermoil) e Margarida Gomes (ARCD Mendiga); nos 55, Gabriel Rodrigues (Industrial Desportivo Vieirense); nos 60, Inácio Serrazina (CRP – Ribafria) e, por fim, nos 65 anos, em primeiro lugar, comemorou Acácio Campos (Industrial Desportivo Vieirense).

Em entrevista a O Portomosense, o presidente da Associação Recreativa Cultural e Desportiva da Mendiga (ARCD Mendiga), Paulo Eusébio, afirmou que «o evento correu bem», apesar de ter ficado ligeiramente «abaixo da expectativa». Isto porque esta edição contou com menos atletas no geral, apesar de ter sido notório o crescimento do número de inscritos nas provas destinadas aos mais jovens. O presidente da coletividade procurou justificar o fenómeno dizendo que «se calhar, as pessoas estão mais viradas para outras provas».

Um dos membros responsáveis pela primeira edição do Grande Prémio de Atletismo, António Amaral, também membro da organização atual da associação, referiu que tudo começou por iniciativa de um grupo de amigos, de «meia dúzia de atletas» que decidiram juntar-se e organizar uma prova. Tal repetiu-se e a tradição manteve-se até aos dias de hoje.

O pioneiro acrescentou ainda que há inclusivamente «equipas de Lisboa» que participam há «30 e tal anos» e que, por consequência do passar do tempo, algumas já não se inscrevem para a prova principal de 15 quilómetros e optam, ao invés, pela também tradicional caminhada de cinco quilómetros. Ainda em jeito de balanço, e caracterizando os corredores que aderiram este ano, Paulo Eusébio explicou que muitos dos participantes «são da zona», havendo, por isso mesmo, «atletas do próprio clube desportivo da Mendiga e do Centro Cultural Recreativo e Desportivo do Arrimal», mas salientou também que, em todas as edições, sempre marcaram presença «muitas pessoas de fora» e que vêm até à nossa região «desportistas de todos os cantos do país».

Antes das medalhas, o convívio

No período que antecedeu a tão aguardada entrega de prémios, foi também organizado pela ARCD Mendiga um almoço-convívio, algo que não é novidade para praticamente ninguém, a não ser para os mais novatos, já que este é um momento que se consagrou como uma verdadeira tradição e que serve para cimentar o espírito de união entre atletas. À mesma hora, decorreu ainda a 20.ª demonstração de doces regionais, mostra de artesanato acompanhada por animação musical. Mais tarde, os troféus foram assegurados pelas cinco primeiras equipas da prova geral, somando o número de ordem de chegada à meta de cada um dos três melhores atletas de cada equipa, e também para os três primeiros de cada escalão. Foi incluído um troféu para o atleta mais idoso a terminar a prova e três para os três primeiros atletas da casa a passar a meta. Pela freguesia e pelo concelho, em primeiro lugar ficou João Carvalho, da equipa da RunPhysio, em segundo Bernardo Meneses, pela equipa da Associação Recreativa Cultural e Desportiva da Mendiga e Diogo Vendeiro, em terceiro lugar, pela equipa do CCRD Arrimal.

Na classificação por equipas, a que venceu o primeiro lugar no pódio foi o Atlético Clube de Vermoil, em segundo ficou o Industrial Desportivo Vieirense e o terceiro lugar foi para o atletismo da GRF Benedita.

Foto | Juliana Santos

Publicidade

Este espaço pode ser seu.
Publicidade 300px*600px
Half-Page

Primeira Página

Em Destaque