Se a pandemia assim o permitir, “Os Cabrinhas” vão voltar à estrada (de terra) no próximo dia 12 de junho para organizar a 4.ª Rota dos Cabrinhas, uma prova pensada para os amantes de BTT que passará, sobretudo, pelas Pedreiras, a freguesia que viu nascer há 21 anos este grupo de nome peculiar. Não menosprezam outros lugares, mas preferem, antes, conhecer cada recanto da sua freguesia. Este objetivo já os levou, inclusive, a abrir novos trilhos para tentarem, ao máximo, que o percurso seja, essencialmente, feito dentro da freguesia. Ainda assim, Hugo Gomes, um dos elementos de “Os Cabrinhas”, não descarta a hipótese de se passar também por freguesias do concelho limítrofe de Alcobaça, como por exemplo Aljubarrota.

A prova de BTT irá contar com um mini raid de 30 quilómetros que, neste caso, poderá ser realizado sem sair da freguesia, e outro, de 50 quilómetros que já obriga a sair desses limites. «No raid dos 50 quilómetros tem de haver mais acumulado (mais subida), então temos sempre que passar para o outro lado da serra», explica. Apesar de reconhecer a importância de haver competição, Hugo Gomes deixa claro que neste grupo quem vence é o convívio, algo que se sobrepõe a tudo o resto: «É claro que temos que ter sempre a competição porque há sempre quem goste mas isso é uma minoria, a maioria vai para se divertir», refere.

A mais de quatro meses do grande dia, ainda existem algumas informações por definir, como é o caso do valor e da data limite para inscrições, que também estão dependentes do evoluir da situação epidemiológica. «O valor das inscrições dependerá se há ou não almoço, normalmente costumamos fazer mas ainda não sabemos. Normalmente, deixamos as pessoas inscreverem-se três a quatro dias antes do evento e até damos uma margem para quem se queira inscrever no próprio dia porque há sempre aquelas pessoas que deixam tudo para a última», afirma.

Segunda edição foi a mais participada

Surgiram em 2001, na freguesia das Pedreiras, como um grupo de amigos unidos pela paixão às pedaladas, evoluíram e hoje “Os Cabrinhas” são uma das secções do Grupo Desportivo das Pedreiras (GDP). O grupo é composto por 15 elementos efetivos, aqueles que andam de bicicleta mais frequentemente, a que se juntam, de vez em quando, outros tantos. Aos domingos de manhã e aos feriados é regra: tiram a bicicleta da garagem e metem-se ao caminho.

Em 2018 organizaram a 1.ª Rota dos Cabrinhas que, segundo Hugo Gomes, contou com a participação de 120 pessoas, um número que duplicou no segundo ano. Em 2020, a chegada da pandemia obrigou a um interregno e o ano passado foram incentivados pela Câmara Municipal de Porto de Mós a fazer parte do Troféu de BTT de Porto de Mós, no qual participaram entre 70 a 80 pessoas. Uma prova «diferente» que durou dois meses e que foi feita através de GPS. «Este ano já houve alguns encontros mas não tão oficiais como aquele que queremos fazer», adianta.