A minha burra achou um piadão aos últimos acontecimentos cá do burgo… No meio de tanta festança, esta até parecia merecer atenções especiais… Vinha cá um ministro e tudo indicava que mais uma passagem televisiva estava já no papo… Dizia a propósito a Miquelina:
– Olha pá, o Valadas e companhia vai, desta vez, ficar a perder com o ti Marcelito… Ele é valente… Não desarma… E já terá passado o bilião de selfies… Estou até em reclamar para o gajo do PAN para exigir ao presidente uma selfie minha com o professor dos afetos… Devo ser o único ser vivo que não tem nenhuma e também tenho direito…
E lá continuou embalada:
– O ministro evaporou e mandou para a fogueira o seu secretário de Estado, que também evaporou e, com tanta gente que por lá anda aos caídos, à espera de bajulação, nem gajo, nem gaja tiveram para mandar… E eu até acho bem, com tanta guerra que os laranjinhas fizeram às inaugurações repetidas, porque haveriam de o fazer aos laranjinhas cá do sítio?… Quem se lixou foi o Tó Lagoas, agora ao serviço do bombeiral, que teve de andar para trás e para a frente a apagar placas e a fazer outras… Três placas em poucas horas não deixa de ser obra!!!…
A malta riu e a minha burra aproveitou a boleia para carregar:
– Mas não deixou de haver festa rija, com muita gente colunável pelo meio. Por lá andou o Zé Grande; o Salgueirinho, que continua tipo Santana Lopes a andar por aí… Quem por lá não vi foi o Super-Bino que se terá também evaporado, faltando saber se a sua passagem a estado gasoso tem a ver ou não com qualquer ebulição…
E, para rematar:
– Estranhei uma coisa… Puseram um gajo a apresentar a coisa em vez de uma gaja… De pouco tem valido, ao que parece, o esforço femeaço da Clarinha do Loural… Só na mesa de honra, em nove lugares, estiveram nove machos!!!! Virilidade acima de tudo!!!
E concluiu, como que a justificar-se:
– Pode ser que isto tenha a ver com uma nova virtude municipal: tudo controlado por GPS e por chip… Também aqui tenho que reclamar: era melhor pôr na gajada e nas carripanas uns guizos e uns chocalhos, floreados ou não, com mais ou menos lacinhos, coloridos ou não, ou até mesmo uns chocalhos, mais condizentes com a minha espécie animal…
E, virando-se para mim com veneno na venta, em tom ameaçador:
– A malta parece andar um pouco agoniada comigo… Para os desanuviar vou surpreendê-los para a próxima!… Esperem pela ripada!!!
618 | SN