Miquelina tem andado um pouco avariada com estre frio. Como gosta de andar descascada para mostrar formosas pernas e não só, tem de apanhar com as baixas temperaturas que para aí anda. Mesmo assim não consta que lhe tenha congelado a língua. Vai daí, um dia destes sentenciou, por entre uma dúzia de castanhas:
– Olhem, fontes geralmente bem informadas dizem por aí que a orquestra municipal vai receber mais dois solistas, “boys” como os outros, para gozo e conforto do maestro Valadas, provavelmente em respeito por promessas antigas, num reconhecimento de talentos que por certo trará às sinfonias maiores recursos e mais vastos desempenhos melódicos. Um é para o imediato, com atuações já agendadas para fevereiro e outro, ou outra, entretanto, se não for já. Ainda se verá se a dota orquestra fica completa por aqui… é que há sempre uma enormidade de talentos à solta, e muitos deles solistas… cá estaremos para ver…
Mais umas castanhas e mais uma pinga, que a noite estava animada. Aconchegada à lareira, mudou de assunto:
Também consta que anda a ser montada uma gigantesca operação mediática para limpar o sarampo a umas vespas… se virem por aí polícia de choque; um batalhão dos três ramos das forças armadas, com os importantíssimos F16; meia dúzia de estações televisivas; uma centena de estações de rádio e fanfarras quanto baste; não se assustem: está montada a caça às vespas…
E rematou num largo sorriso:
– Além da comitiva municipal, treinadíssima em cerimoniais, não faltará ao estrondoso evento, de nível mundial, o sempre omnipresente Marcelito num sem número de autorretratos… Tudo isto se o PAN não cumprir a ameaça de arranjar uma providência cautelar para acabar com o folclore deste abate animal… Vamos ver!!!!