Início » IEJ vê dois projetos premiados no Eco-Escolas

IEJ vê dois projetos premiados no Eco-Escolas

3 Setembro 2023
Bruno Fidalgo Sousa

Texto

Partilhar

Bruno Fidalgo Sousa

3 Set, 2023

Um “coração amarelo” (1.º lugar) e um jogo de tabuleiro (3.º) foram os dois projetos do Instituto Educativo do Juncal (IEJ) premiados este ano no âmbito do programa Eco-Escolas, que visa contribuir para a alteração de comportamentos e do impacto das preocupações ambientais nas diferentes gerações. O primeiro, o projeto candidato ao concurso Sim, no Dia da Mãe o coração é amarelo, deu lugar inclusive um prémio monetário, no valor de 500 euros, que será utilizado «para tornar a escola mais sustentável», de acordo com o professor Cláudio Santos, coordenador do projeto Eco-Escolas no IEJ.

E a opinião dos alunos envolvidos vai ser levada em conta, garante o docente, quando estes regressarem em setembro, para o próximo ano letivo, eles que «estavam bastante entusiasmados e até bastante confiantes de que conseguiriam ganhar um prémio». Dito e feito. Participaram cerca de 30 alunos, de vários ciclos e anos de estudo, mas que faziam parte de uma de três valências da escola: Academia de Artes do IEJ, Clube de Ciências e Clube de Solidariedade.
Com o objetivo de «sensibilizar os alunos para para a reciclagem e para o desenvolvimento sustentável», o grupo contou com o apoio do FABLAB (laboratório-oficina em Porto de Mós) para a reciclagem do plástico e, à base de embalagens de Tetra Pak (da marca Compal), construíram um “coração amarelo” onde podem ser inseridas tampas de garrafas de plástico para campanhas de solidariedade.

De referir que este projeto ficou em 1º lugar ex-aequo com outros dois projetos a nível nacional.

“ConquistaMós” no pódio

A par do “coração amarelo”, houve um outro projeto do IEJ galardoado, o jogo de tabuleiro ConquistaMós, executado já no ano letivo anterior (2021-2022) por uma turma de 25 alunos do 8.º ano, mas que só foi submetido ao concurso Geração Verdão em 2022-2023, e que conquistou um terceiro lugar. A «finalizar o projeto» estiveram três alunos, que, novamente com o apoio do FABLAB na reciclagem do plástico, construíram de raiz um jogo de tabuleiro com o intuito de «promover o concelho de Porto de Mós e dá-lo a conhecer aos jovens». «A base é o concelho de Porto de Mós e as suas freguesias, o jogo tem duas valências, porque funciona como um puzzle, cujas várias peças são as freguesias, que encaixam, e o objetivo é ir conquistando “Mós” e depois conquistar o Castelo de Porto de Mós», explica Cláudio Santos.

Ambos os projetos estão disponíveis nas instalações do IEJ, na vila do Juncal.

Assinaturas

Torne-se assinante do jornal da sua terra por apenas: Portugal 19€, Europa 34€, Resto do Mundo 39€

Primeira Página

Publicidade

Este espaço pode ser seu.
Publicidade 300px*600px
Half-Page

Em Destaque