Aproveitando a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Economia, foi inaugurada, a rua, junto à empresa Manulena, designada agora Rua Manuel Pedro Custódio, em homenagem ao fundador. Na presença de todos os funcionários e membros da família, José Custódio, também filho do fundador da empresa, visivelmente emocionado, lembrou que o seu pai «foi um homem empreendedor e ambicioso» e que trabalhou «arduamente para conseguir mudar o rumo da sua vida criando os alicerces base para os seus filhos e a Manulena poderem ir mais longe». O mesmo frisou o presidente da Câmara de Porto de Mós, Jorge Vala, lembrando que apesar da empresa ter sido aliciada a sair de Mira de Aire para poder evoluir, «o senhor Manuel, e depois os filhos, sempre pugnaram por manter a empresa em Mira de Aire, pese embora todas as dificuldades de expansão». O autarca reconheceu que a vila precisa de «ser estimulada, que tem gente laboriosa e precisa que empresários assim [como Manuel Pedro Custódio] que continuem com a sua resiliência a investir neste território».