João Salgueiro é o escolhido do PS para liderar a lista candidata à Câmara Municipal de Porto de Mós nas próximas eleições autárquicas. Depois de nas últimas eleições ter ficado impedido de se candidatar por força da limitação de mandatos, João Salgueiro regressa agora à corrida, explicando a O Portomosense que as suas motivações se prendem com o «apelo da sociedade civil, das coletividades, dos empresários e de muita gente deste concelho» que o aborda na rua e pede o seu regresso aos comandos do Município. «São pessoas que nos ajudaram em tempos, que colaboraram comigo e agora seria difícil dizer-lhes que não», refere.

João Salgueiro, que durante os últimos quatro anos esteve afastado da esfera política, afirma que o seu projeto «é trabalhar» para «retomar o nível de progresso que o concelho teve» nos seus mandatos anteriores. «Éramos o 17.º concelho no rácio de boa governação entre os 308 do país, éramos o terceiro concelho em termos de rácio de importação e exportação a nível distrital no conjunto dos 16 concelhos, chegámos a ser o quarto em termos de prazo de pagamentos a fornecedores e o terceiro em termos de transparência a nível nacional, são esses objetivos que pretendo alcançar novamente porque foram coisas que se perderam. Era isso que contribuía para o prestígio e para o desenvolvimento do concelho», aponta. O candidato socialista acrescenta ainda que quer «voltar a pôr Porto de Mós na linha da frente das obras».

Os primeiros elementos da lista que, ao lado de João Salgueiro, vão concorrer à Câmara estão já escolhidos, sem que o candidato revele os seus nomes e adiante apenas que são «gente muito competente, nomeadamente nas profissões que têm desenvolvido, e têm também uma forte componente social». «Tenho consciência de que a pandemia que estamos a viver e os problemas que temos tido se vão refletir no próximo mandato em termos sociais, de modo que temos de ter capacidade de resposta para as pessoas, portanto, estou a integrar na minha lista pessoas com esta capacidade», adianta. Também para as freguesias há já vários nomes confirmados, avançando o candidato que está já escolhido «um ou uma candidata a presidente da Assembleia Municipal», mas que não pode ainda revelar o seu nome.

Com Isidro Bento