Inês Carvalho, do Alqueidão da Serra, é uma das autoras do projeto que venceu o Prémio Pedro Matos 2022, promovido pelo Instituto Politécnico de Leiria (IPL), que tem como objetivo «fomentar a criatividade e o interesse pela Matemática e suas aplicações» assim como espoletar novos «jovens talentos». Esta é a primeira vez que alguém do Alqueidão da Serra vence este prémio, que homenageia um outro alqueidoense. TecNOmat, assim se chama o projeto que deu o primeiro prémio a Inês Carvalho e a Beatriz Marques, ambas estudantes da Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria, e que contou com a coordenação da professora Paula Freitas. A vitória valeu às alunas um prémio monetário de 500 euros, um bilhete de família de visita ao Centro Ciência Viva do Alviela, um cartão FNAC no valor de 100 euros, um livro oferta da SPM e uma placa de distinção.

Esta iniciativa divide-se em duas categorias: Prémio Pedro Matos e Prémio Pedro Matos Júnior. A primeira é dirigida a estudantes do ensino secundário e a segunda a estudantes do 3.º ciclo do ensino básico. Matemática: e se a tirarmos da equação? era o tema desta 14.ª edição, ao qual os projetos se deveriam subordinar «pretendendo-se desafiar estudantes e professores a refletir sobre o indiscutível impacto da Matemática na humanidade e a sua importância na atualidade», refere o IPL.

Nesta edição do Prémio Pedro Matos foram distinguidos 12 alunos e quatro professoras, pertencentes às seguintes escolas: Escola Secundária Braamcamp Freire, da Pontinha; Escola Básica 2,3 José Saraiva, de Leiria; Escola Básica e Secundária de Ourém; e Escola Secundária Domingos Sequeira, de Leiria. A entrega dos prémios decorreu no passado dia 8 de julho, no âmbito da organização do Mat-Oeste, encontro promovido anualmente pelo Departamento de Matemática da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPL.