A Luz de Belém é uma tocha que é acesa em Belém, junto da manjedoura onde nasceu Jesus e que é transportada para muitos países chegando também a Portugal. Esta tradição começou em 1989 em que uma criança transportou de Belém para o seu país, a Áustria, esta chama. E daqui esta chama é espalhada pelos escuteiros para os seus diversos países. Assim também chegou a Portugal no dia 15 de dezembro na cidade de Santarém. Daqui foi distribuída, também pelos escuteiros, para todas as dioceses do nosso país. Chegou à Sé de Leiria no dia 16 de dezembro. O nosso bispo D. António Marto recebeu esta chama e partilhou-a a todos os presentes que estavam na cerimónia, muitos escuteiros, grupos de jovens e muitos anónimos. Cada um trouxe essa chama para partilhar com outros.

No dia 21 de dezembro, a Luz de Belém também chegou à nossa Igreja de São Pedro trazida por membros do agrupamento de escuteiros da paróquia de Porto de Mós. E a partir desse momento foi partilhada com quem se sentiu tocado por esta Luz de Belém. Muitas são também as pessoas que sendo apanhadas desprevenidas, ao longo destes dias de Natal, têm ido à Igreja de São Pedro recolher esta Luz para levar para as suas casas e assim viver mais intensamente o espírito de Natal de Jesus Cristo. Muitas pessoas levaram esta Luz para junto dos seus presépios para que assim, esses presépios ganhem vida e mais sentido cristão!

Tem sido uma experiência muito interessante. Já é feita na nossa paróquia mas este ano verificou-se mais pessoas a aderir a esta iniciativa. Por isso, será uma iniciativa para continuar nos próximos anos.

Também o grupo de jovens “Os Serafins” aceitaram este desafio e tiveram a iniciativa com outros jovens da catequese de levar esta Luz a alguns doentes acamados ou impossibilitados de virem à Igreja, para que também pudessem receber esta Luz.

Foi uma experiência que marcou muito a sensibilidade destes jovens e das pessoas que receberam a Luz de Belém.
Estão de parabéns a todos os que trouxeram, partilharam e distribuíram a Luz de Belém pela paróquia.