Não se juntaram centenas de pessoas, as associações/grupos puderam ter apenas dois a três pares pela vila fora a dançar e não havia tasquinhas para no final ir petiscar, mas as Marchas Populares voltaram à Avenida de Santo António. Num formato improvisado, em que cada marcha manteve uma distância considerável entre si, fez-se um cortejo pelas ruas da vila onde a maior parte do público estava à janela. No total foram seis as marchas a participar: Associação Serviço Socorro Voluntário de São Jorge, Associação da Educação Cultura e Solidariedade do Instituto Educativo do Juncal, Associação Cultural das Pedreiras, Associação Recreativa Cultural e Desportiva da Mendiga, Associação Amigos de São Miguel e O Castelo – Associação Cultural de Porto de Mós.

Associação Serviço Socorro Voluntário de São Jorge

Associação da Educação Cultura e Solidariedade do Instituo Educativo do Juncal

Associação Recreativa Cultural e Desportiva da Mendiga

O Castelo – Associação Cultural de Porto de Mós

Associação Amigos de São Miguel