O Ministério Público de Leiria deduziu acusação contra a mulher de 43 anos que, no início deste ano, tentou matar o companheiro de 54 anos na Cabeça Veada, pela prática dos crimes de homicídio qualificado, na forma tentada, e detenção de arma proibida, segundo comunicado da Procuradoria da República da Comarca de Leiria.

Na mesma nota lê-se que a arguida é suspeita de, no dia 2 de janeiro, na residência de ambos, «ter tentado matar o seu companheiro, disparando várias vezes sobre ele, com uma pistola semiautomática, acertando-lhe no peito e no antebraço». A arma terá depois encravado pelo que a mulher atingiu a vítima, com uma pedra, na cabeça.

A acusação refere ainda que a «vítima não morreu apenas por ter sido atempadamente socorrida por terceiros, sendo que a arguida se colocou em fuga imediatamente após a prática dos factos, vindo a ser localizada quando se encontrava na Estação do Oriente, em Lisboa, e se preparava para embarcar [de comboio] para Madrid».

A mulher foi detida na noite de 3 de janeiro e encontra-se em prisão preventiva.

O inquérito foi dirigido pelo Ministério Público da 1.ª Secção das Caldas da Rainha do Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria, com a coadjuvação da Polícia Judiciária de Leiria.