As obras da 1.ª fase de ampliação da Área de Localização Empresarial (ALE) de Porto de Mós já começaram. Com esta fase, de uma obra há muito ambicionada, vão surgir «35 novos lotes (24 para indústria, oito para comércio e armazenagem, dois para serviços e um para equipamentos)», refere uma nota de imprensa do Município de Porto de Mós. Além do alargamento e construção de novos lotes, a obra «inclui intervenções em diversas infraestruturas, tais como a rede viária, sinalização e segurança, rede de saneamento básico, rede de águas, rede de gás, infraestruturas elétricas e de telecomunicações e arranjos exteriores».

A obra tem um «investimento total de 5 366 231,29 euros, contando com a comparticipação do Programa Operacional Centro 2020 no valor de 1 617 685,45 euros, a que acresce 1 200 000 euros resultantes da compra dos terrenos», segundo dados facultados pelo Município. «Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas e fomentar a internacionalização da economia regional» é, segundo a autarquia, o principal objetivo deste projeto.

Numa 2.ª fase da obra, espera-se que a ALE possa «evoluir para um centro empresarial para apoio às empresas instaladas no edifício».