O Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios, em Ourém, foi requalificado e vai ser amanhã inaugurado com a nova “cara”. Este espaço é «neste momento gerido pela Associação de Desenvolvimento das Serras de Aire e Candeeiros (ADSAICA) em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF)», explicou a O Portomosense o atual presidente da associação, Eduardo Amaral, que representa o Município de Porto de Mós, um dos sete na área do Parque Natural. Este espaço de visitação «tinha alguns problemas e ficou parado no tempo, por isso era necessário fazer uma intervenção de proteção das próprias pegadas», começa por esclarecer o também vice-presidente do município.

Em concreto, foi «construído um passadiço circundante para que os visitantes deixassem de andar em cima da laje», passando a ser feita «uma visita enquadrada à sua volta». Foi feito também «um investimento em termos de multimédia e de explicação na sala expositiva que tem um enquadramento científico feito por Galopim de Carvalho, o grande homem que tem estudado os dinossauros, conjuntamente com alguns técnicos do ICNF», revela ainda Eduardo Amaral. O intuito foi criar «um novo espaço de visitação e de fixação de visitantes».

A inauguração, marcada para amanhã às 15 horas, vai contar com a presença do secretário de Estado do Ambiente, João Galamba. Para o presidente da ADSAICA é «extremamente gratificante poder assistir a esta inauguração já que esta era uma associação que estava em vias de extinção»: «Porto de Mós agarrou com força, conjuntamente com os outros elementos da direção, e hoje felizmente temos uma associação com valor e que continua a projetar o território».

Com Inês Neto Silva