Clarisse Louro nos estúdios da Rádio Dom Fuas (foto: Luís Carvalho)

Os deputados municipais falam muito ou pouco? Se se considerar que intervir várias vezes por sessão é falar muito, a resposta é que a maioria fala pouco. Se, por seu lado, o tal “falar muito” for visto numa perspetiva de qualidade, o caso complica-se porque aí entram em jogo critérios subjetivos e cada um terá os seus. No entanto, se a todas as intervenções atribuirmos nota média (com base na ideia de que é melhor falar que estar calado num órgão de tipo “parlamentar”), então a resposta é que falem muito.

Assim, fazendo sempre a ressalva de que nem sempre a quantidade corresponderá em igual medida a qualidade, O Portomosense retoma um “ranking” iniciado há vários anos, sem periodicidade certa e que, como todos, tem o valor que cada um lhe quiser dar.

Para já, o campeão das intervenções é Mário Cruz, o líder de bancada do movimento AJSIM. Em sete sessões [a última, por ainda não haver ata aprovada não integra, ainda, esta contagem] interveio 25 vezes. Em segundo lugar aparecem, empatados, com 21 intervenções, Luís Almeida, o antigo candidato do movimento AJSIM, à presidência da AM, e Gabriel Vala, o líder de bancada do PSD. A quarta posição é ocupada por Rui Neves, o antigo candidato do PS a presidente da AM, que já interveio 15 vezes. No quinto lugar há um novo empate, desta vez entre António Pires, do PSD, e António Carvalho, do PS, ambos com 14 intervenções.

Entre os presidentes de Junta, Filipe Baptista, o presidente da Junta do Alqueidão da Serra é, sem dúvida, para já, o líder das intervenções, são 13 no total. Olga Silvestre é a primeira senhora a aparecer nesta lista, já interveio 11 vezes, mais uma que David Salgueiro, do PS, um estreante nestas andanças. Com o mesmo número de intervenções surge Júlio Vieira, do PSD.

O segundo presidente de Junta que mais vezes falou foi Carlos Cordeiro, da Junta de Serro Ventoso, com sete intervenções, as mesmas que Samuel Costa, do PS, outro jovem que se estreia na AM. Com cinco participações, aparecem a seguir, Rogério Vieira, presidente da Junta de Freguesia de Pedreiras e Joaquim Santiago, do PS. Seguem-se Alcides Oliveira, presidente da Junta de Freguesia de Mira de Aire; Elsa Leitão, do PS, e João Cerejo dos Santos, do PSD, todos com quatro intervenções.

Norberto Feteiro, do AJSIM; mais um dos estreantes, conta, para já com três intervenções na AM. Do mesmo movimento, António Carreira tem duas intervenções, as mesmas que Cristiana Ferreira do Rosário. Com uma intervenção aparecem António Ferreira, e Cecília Palma, ambos do PSD, Fernanda Marques, do AJSIM, e os presidentes de Junta de São Bento e Juncal, respetivamente, Tiago Rei e João Carlos Ferreira.

Até agora, os únicos que ainda não falaram foram Sandra Martins, presidente da União das Freguesias de Alvados e Alcaria; Jorge Paulo Carvalho, presidente da União das Freguesias de Arrimal e Mendiga, e Margarida Santos, presidente da Junta de Freguesia de Calvaria de Cima.