O parque infantil na Calvaria de Cima que tinha sido vandalizado no período em que decorriam as festas desta freguesia do concelho de Porto de Mós (de 29 de julho a 2 de agosto) já se encontra operacional.

«Duas cadeiras do baloiço e argolas danificadas, um cavalinho partido a meio e cadeiras espalhas pelo parque de estacionamento», foi este o cenário descrito pelo presidente de junta, Luís Silva que, em conversa com O Portomosense lamentou toda a situação: «Nós temos o cuidado de criar melhores condições para a população, para os fregueses ficarem mais contentes em viver na Calvaria [de Cima] e depois chega alguém e parte tudo, de facto é muito triste, é inadmissível».

Luís Silva acredita que terá sido «um grupo de jovens adolescentes com os seus 16, 17 anos» o responsável pelos estragos no parque, uma vez que foi visto no espaço momentos antes deste ter sido vandalizado. Apesar de estar indignado com a situação o presidente revela não ter apresentado queixa, «por achar que não daria em nada» seguir por essa via, tendo optando antes por resolver a situação o mais rápido possível, conta. «Fui eu próprio que tratei de ir até à fábrica, onde se procedeu à reparação das peças e voltei a repor tudo no mesmo sítio» por isso, realça Luís Silva, «já está pronto a ser usado e as crianças poderão desfrutar novamente do parque infantil» da localidade.

O autarca expressou, mais uma vez, o seu desagrado perante o mau comportamento dos jovens, que «precisam de ganhar consciência dos seus atos».